PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Conto em construção

Duas semanas já. Tinha dado todas as voltas possíveis a visitar perfis mas, não, dela nada achava. Para lá do nome de registo, ao que tudo indica sem paradeiro, nada mais o ligava à rapariga como antecedente senão a vaga sensação de lhe soar familiar o rosto. Talvez a tivesse visto antes, a julgar pelo doce à vontade com que a rapariga o abordou em pleno horário de serviço. E ela? Diria o mesmo? De que servem as perguntas, quando não encurtam os extremos? Há encontros, por casuais que sejam, que se negam a embarcar para o passado. É como se, inquietos no tempo, se revestissem de promessa de retoma. Ficou-lhe o contacto, as palavras, o sentido de humor, o sóbrio vestir, o olhar-lhe nos olhos a poucos palmos de distância. De nada vale agora o esforço, nem o rosto dela mais ele consegue imaginar. E quando acontece, e disso sabe-o bem o rapaz, é porque houve ali uma nascente de afectos. Sim, ele conhece-se a si próprio pela faculdade de não memorizar rostos de mulheres que lhe tenham com alguma profundidade marcado.

Gociante Patissa, Aeroporto Internacional da Catumbela 18.11.14 (Conto em construção)

Sem comentários: