PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Utilidade pública | Partilhando leituras em jeito de oficina literária

Tomei a liberdade de partilhar dois exemplos de poesia, compostos de poucas palavras mas com uma profundidade enorme, onde os elementos enunciados funcionam como uma espécie de provérbio, capaz de levantar no leitor várias inquietações. Não sei quem são os autores, mas aparecem repetidos em vários murais por este mundo do facebook (onde chegam a ser praticamente um património da humanidade). Temos um tipo narrador sugestivo, ao invés de descritivo, que por vezes peca por deixar pouca margem para o leitor pensar e descodificar pela própria cabeça. Um abraço

2 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

Que maravilha! Isto é poesia em estado puro. Muito obrigado pela partilha.

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

De nada, amigo Fernando. Uma boa terça-feira para si.