PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Diário | Mas o camarada estava ou não estava com o canhão na mão?

“OFICIAL-DIA!!!”
“Pronto, Chefe!”
“TRAZ AQUI AQUELE DETIDO DE ONTEM!”
“De ontem à noite, Chefe?”
“TEMOS OUTRO?”
“Bem, é só mesmo ele, Chefe.”
“ANDA LÁ!”
“Até o Chefe faz bem, porque ele tem estado a transpirar muito…”
“Com licença?”
“ENTRA!”
“Bom dia, excelência.”
“CAMARADA, AQUI NÃO HÁ CÁ MUITAS VOLTAS, OK?”
“Efectivamente.”
“O CAMARADA SABE PORQUÊ QUE ESTÁ AQUI DESDE ONTEM, NÃO?”
“Não digo que não, mas não fiz nada. Só mesmo bebedeira.”
“NÃO FEZ NADA? O CAMARADA NÃO ESTAVA A FAZER MENOR NO JARDIM?”
“Mas nem caiu nem uma gota ainda, já me prenderam…”
“ME DIZ SÓ: MAS O CAMARADA ESTAVA OU NÃO ESTAVA COM O CANHÃO NA MÃO?”
“Estava escuro e não tinha caído nenhuma gota de xixi ainda no chão, levei duas chapadas, Chefe…”
“LUCRO DO DESACATO. NESTE CASO, A POLÍCIA AGIU LEGAL OU ILEGAL?” 
“Ilegal!”
“LEVEM-ME DE VOLTA O CIDADÃO PARA A CELA! ENTÃO, O CAMARADA, EMBRIAGADO, ESTAVA A ATENTAR CONTRA O PUDOR, E DIZ QUE A POLÍCIA AGIU ILEGAL?”
“Espera aí, Chefe. ‘Ilegal’ afinal é como?”
“SEM RAZÃO.”
"Legal é que está certo?"
"NOS TERMOS DA LEI..."
“Ah, claro que agiu LEGAL. Ilegal mas como?!!! Ó chefe, umas coisas é ensinar, faz favor… Agiu muito legal, a polícia até fez bem!!! …”
GP. Benguela, 08.12.15

Sem comentários: