PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Diário nada célebre

Em 1988/9, a frequentar quarta classe, passamos boa parte do nosso tempo a assistir aos treinos da equipa de futebol da Académica do Lobito. Isso permitia ter uma ideia precisa do valor das estrelas. Havia um atleta (cujo nome não cito, por respeito à sua alma) que representava a chama da festa, tal era o faro de golos. E no final de cada jogo, nós, sem dinheiro para sentar na bancada, descíamos o morro aos montes para dentro do campo, eufóricos para lhe abraçar e fazer do seu nome uma espécie de hino. E não faltavam casos de adolescentes que voltavam para a casa com dores das cotoveladas do atleta. Aplicado o paradigma em diversificados contextos, dá para assinalar que hoje, como ontem, cá, como lá, as celebridades costumam ser, no seu mais clássico reflexo, indivíduos que nós, o povo, escolhemos em função de suas habilidades, publicitamos ao ponto de fazerem parte dos nossos orgulhos colectivos e pessoais, o que dá lugar ao direito de nos tratarem com desprezo e agressões morais diversas. Tal paradigma não seria, todavia, certo se não houvesse excepções. Bom dia.
Gociante Patissa, Benguela, 24.04.2014

Sem comentários: