PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sábado, 21 de março de 2015

Diário | Cidadania namibiana e a lógica do segundo excluído

Fiquei a saber no telejornal de hoje pela boca do ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Tchicoty, que a República da Namíbia (a nossa vizinha do sudoeste de África que empossou hoje o terceiro presidente dos seus 25 anos de independência), por força das suas leis, não permite dupla nacionalidade. E os angolanos que lá optarem por continuar a residir têm que optar por uma só cidadania: ou se assumem como angolanos, ou como namibianos. No dizer do ministro angolano, este é um dos aspectos que tornam complexa a questão do registo de angolanos que por causa da guerra estão lá há relativamente muitos anos, sobretudo para os que lá nascem. Neste aspecto, os nossos irmãos namibianos são irredutíveis, não permitindo "dois chapéus em uma só cabeça", como diz (meio sério, meio a brincar) um amigo namibiano a quem "chateei" a propósito. Seria interessante ouvir os argumentos de razão do legislador, que parecem ser do tipo "monogâmico", um coração, uma pátria.

1 comentário:

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

Joao Manuel Acho justo tal principio do governo namibiano...

Paixão Sanumbila Eu ainda cho que tal atitude podera desancadear em um mau ambiente a nivel das relacoes entre os dois paises. Contudo, e como se pode imaginar, duro sera para os nossos irmaos que se encontram nas cituacoes ora frisadas.

Gociante Patissa Mas se a Namíbia não está a pedir nacionalidade angolana para os seus cidadãos, não vejo como pode surgir mau ambiente, mano Paixão Sanumbila. Naquilo que interpreto, a lei namibiana não vê vantagens no quadro de dupla nacionalidade e não parece isto provocar desânimo internamente.

Moisés Dalo Herança Alemã.

Paixão Sanumbila Pois, Ate certo ponto, anelo ao seu pensar ilustre, ja que nao xta probindo nacionalidade namibiana mas sim dupla. Normalmente quem da, espera receber. E penso ser neste aspecto que podera vir este mal ambiente a nivel das relacoes entre os dois paises...Ver mais

Armando Chingualulo Chingualulo ...interessante aspecto d Namibia, pois até onde sei é o único com peculiaridade d dupla nacionalidade. E sendo este o vinculo juridíco q une o cidadão a patria acho logico q nao se pode servir a César e a Deus n mesma proporcionalidade.

Gociante Patissa Caro Paixão Sanumbila, pela preocupação com o nosso que ministro das relações exteriores falou disso, acho que nacionalidade namibiana obriga a renúncia que outra. Se és namibiano não podes ter outra cidadania mais. Logo, o governo angolano não tem como aplicar o princípio da reciprocidade (retaliação?), uma vez que não há para já manifesta vontade de lá em "partilhar" cidadania.

Pompéu Lino Sara No meu fraco entender a namibia esta certa, evita interferência na aplicação da lei. Assim como está todos os filhos da terra são iguais, não teria como. Por vezes o cidadão comete crime num pais mas na hora da lei aparece outro pais a tirar fiança. No...Ver mais

Gociante Patissa Pois, mano Moisés Dalo

Gociante Patissa Válida reflexão, amigo Armando Chingualulo Chingualulo

Gociante Patissa É um assunto sensível, caro Pompéu Lino Sara. Grato pelo contributo

Gociante Patissa Bem-vindo, mano Joao Manuel. Bom domingo