PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

domingo, 16 de junho de 2013

Gente que defende lados ao invés de causas

autor desconhecido
Na década de 1990, o ministro da saúde, Flávio Fernandes (que já não faz parte do mundo dos vivos), não querendo ser abordado pela reportagem da Televisão Pública de Angola, fechou violentamente a porta, o que ficou filmado. O gesto, denunciado em poucos segundos do noticiário, levaria à exoneração do dirigente (não excluindo de todo a hipótese de ter havido outras razões de bastidores). Lembrei-me disso quando vi há pouco gesto idêntico, também à reportagem da TPA, da parte do assessor de imprensa da Federação Angolana de Futebol, Sílvio Kapuepue, quando seus colegas de profissão captavam os ânimos exaltados nos balneários da selecção angolana de futebol em mais uma das habituais desqualificações, desta feita em Kampala, onde saiu derrotada pelo Uganda por 1-2 e viu gorado o sonho de ir ao mundial de 2014 no Brasil. Até termos acesso à versão de Kapuepue quanto ao gesto no vídeo, fica o infeliz papel de carrasco de seus colegas, quando toda a união é pouca para dignificar a classe. É caso para dizer que muitos defendem lados, quando julgávamos que defendiam causas.

Sem comentários: