PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Diário | Mas tudo não é lá?

"Marido, é como afinal essa cara de limão azedo?"
"Mulher, aquele azar que costumo ver no lar dos outros, onde as mulheres também têem opinião em assuntos de homens, faz favor, que aqui ainda não chegue."
"Tchia! Olha já ele!... Por acaso há um assunto teu que depois não fica meu?! Você mesmo que quando tem problemas passa a noite toda a resmungar, quem é que sofre a ouvir?"
"Aí falaste a tua razão. Senta, isso até... Porra, meu! Esses camaradas afinal como é?!"
"Qual é o problema, ó pai do Quim?"
"Eu até já não me dói o lixo que sai da boca de deputado, mas ouvir de um colega defender que só os licenciados serão licenciados a exercer jornalismo?..."
"Isso mais é desde quando? "
"Parece que vai entrar em vigor uma nova lei de imprensa. É o que eu digo, algumas pessoas têem de fazer consulta. Sofrem de Luanda crónica na hora de pensar o país..."
"Mas tudo não é lá?"
"Possas, pá! Como é que um país que só tem ensino superior de jornalistas em Luanda e Huila vai esperar que de repente tenhamos todos um canudo específico?"
"Quer dizer que com a tua licenciatura em história e outra em direito não serves para jornalista?"
"Já viste?! Esses homens se esquecem que o país se constrói com todos e que foram os técnicos médios que aguentaram isso? Queriam o quê, que desfalcássemos as nossas províncias atrás de título?"
"Hum..."
"Só porque vivem em províncias privilegiadas, alguns foram lá fora com bolsa do estado, agora querem amerdalhar os que sempre suaram?"
"Mas ainda me fala só, mor! P'ra quê que o jornalista precisa de licenciatura? A missão não é só falar bem do patrão, do amigo do patrão e da família do patrão?"
Gociante Patissa. Lobito, 22.08.2016

Sem comentários: