PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sexta-feira, 21 de março de 2014

RETRATO DO PINTOR SOLITÁRIO À BEIRA-MAR SONHADO

Era filósofo. 

A barba hirsuta, glauca.

Nem Setembro nas mãos. 
Ou flor bela nos lábios. 
O Amor - uma invenção; 
Ausentes sentidos sábios. 

Do mar o som perdido
Das nuvens o capricho ledo
Da natureza esquecido.

Apenas
a agreste, impossível, 
abstracta ao Sol destes Verões
e estranha, a barba glauca!

Era pintor e solitário
Filosófo da beira-mar

Oh! Maldito pesadelo!

António Jacinto, poema datado de 14.6.68, in "Sobreviver em Tarrafal de Santiago", pág. 91. União dos Escritores Angolanos, 2013. Colecção 11 Clássicos da Literatura Angolana, 1ª edição. Luanda

Sem comentários: