PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Prémio Provincial de Cultura e Artes de Benguela 2014| LAUREADOS SERÃO CONFIRMADOS A QUALQUER MOMENTO

Tudo parece estar definido nos bastidores do Provincial de Cultura e Artes de Benguela 2014, faltando apenas a Direcção Provincial da Cultura, na sua qualidade de entidade promotora, formalizar o anúncio dos resultados. O que se pode para já garantir é que são oito categorias, cabendo a cada laureado o valor em kwanzas de 1 milhão e 400 mil (aproximadamente 14 mil dólares americanos), que é o dobro do valor com que a iniciativa foi lançada em 2011.

Na presente edição, cujo corpo de júri foi presidido por José Januário, o escritor Martinho Mbangula Katúmwa é o favorito para a categoria de literatura, ao passo que a título póstumo poderá ser atribuído ao padre e docente universitário João Kanssaji Santos o prémio para a categoria de investigação em ciências sociais e humanas. A gala de atribuição do prémio acontece no próximo 8 de Janeiro, dia em que se comemora a Cultura Nacional.

Lançado em 2011 durante o consulado do governador Armando da Cruz Neto, o prémio viria a sofrer um interregno dois anos depois, não se sabendo ao certo se por causa da circunstância menos feliz em que os laureados receberam apenas 593 mil kwanzas (ao contrário dos 700 mil kwanzas anunciados), motivada por alguma descoordenação administrativa na tramitação entre a entidade patrocinadora, a Direcção Provincial da Cultura, e o restaurante "O Escondidinho". Os fundos tiveram de passar pela conta bancária daquela empresa, que viriam desta forma agigantado o imposto no Ministério das Finanças, já que, como se justificou, o depósito não podia ser feito directamente nas contas dos vencedores, uma vez não estarem cadastradas.

O desempenho de Cristôvão Mário Kajibanga, enquanto Director Provincial da Cultura, fica sem dúvidas registado na história da província, por ter conseguido criar este mecanismo de tributar a criatividade dos artistas residentes, entre os quais Raul David (a título póstumo em 2011) e Paula Russa (2012), ambos na categoria de literatura, Carlos Albano (2011) e Tiviné (2012) na categoria de música, e ainda na categoria de artes plásticas o pintor Edson HTadeu Bastos "Watela" (2012).

Gociante Patissa, Katombela, 19.12.14

Sem comentários: