PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Mariane André foi a cantora do ano | A classificação é do portal PÉROLA DAS ACÁCIAS sobre residentes de Benguela em 2016


O ano 2016, muito praguejado pela maioria dos angolanos em função do quão vazio deixou tudo quanto é bolso e prateleiras, pode entretanto ter sido generoso com uns poucos cidadãos. Destes poucos com motivos para comemorar incluímos a jovem cantora Mariane André, da zona alta da cidade do Lobito, que viu o seu talento homenageado com um prémio, pequeno mas simbolicamente profundo.

Arrebatou no mês de Agosto o primeiro lugar do concurso “Afilhados”, da Rádio Mais, que contou com nove talentos em busca de consagração. Nesta contenda, ela foi apadrinhada por nomes sonantes da arena musical angolana, tais como Kelly Silva, Paulo Cabonda e Zé Beato.

Num mercado como o da música angolana, em que cada vez mais fica claro como há pessoas que nasceram para alguma coisa, enquanto outras também há que só se “empurram”, Mariane André é uma daquelas promessas notáveis ao primeiro ouvido. É afinada, letras esteticamente bem apuradas e tem carisma e ginga.

Apesar de ser ainda um talento relativamente anónimo, na verdade ela já leva mais de uma década de bem cantar. É autora do tema “onde vou morar?”, que retrata o dilema de mãe solteira abandonada pelo parceiro, tema por sinal intemporal e muito tocado entre 2006-2010 pelo programa “Viver para Vencer”, espaço educativo juvenil levado a cabo pela ONG AJS (Associação Juvenil para a Solidariedade), com a qual ela prestou alguma colaboração voluntária.

A sua mais recente aparição foi durante a gala de eleição da miss Lobito, onde Mariane André interpretou o tema “Volta pra mim”, género kizomba.

Sem comentários: