PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Lá fora a abordagem até é premiada quando entre nós, não sei até quando nem para agradar quem, as vítimas do colonialismo, se se pronunciam sem ser pela visão europeizada, têm de se sentir culpadas. A colonização é quase uma bênção, de tanto que a elite a relativiza | “CRÓNICA DOS ANOS DE BRASA”, a colonização segundo as suas vítimas, é o único filme africano da história a vencer a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

O portal Rede Angola traz uma matéria interessante intitulada «A colonização segundo as suas vítimas», sobre o facto de «Crónica dos Anos de Brasa» ser o único filme africano da história a ter vencido a Palma de Ouro no Festival de Cannes. O Blog Angodebates decidiu transcrever o trecho que se segue:
«É dos filmes pioneiros a fazer a necropsia do período colonial no ponto de vista e na língua das suas vítimas, e não de estrangeiros, e num período em que alguns países africanos ainda estavam sob ocupação europeia – na altura do seu lançamento em Cannes, em Maio de 1975, Angola ainda estava sob o jugo português.» Leia matéria inteira aqui

Já agora, que tal viajar neste outro vídeo que, entre outras coisas, defende que em Luanda as culturas se misturavam naturalmente (quer dizer, mesmo nos momentos mais incisivos da política de assimilariado)?

Sem comentários: