PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Já sinto falta do portal informativo REDE ANGOLA, o clic obrigatório ao começar o dia. VOLTA SÓ, YA? Ainda era só isso. Obrigado

2 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

Nestas coisas da comunicação social, sou muito pessimista. Já acreditei em afirmações do género «Nós vamos sair, mas voltaremos em breve, assim que conseguirmos reunir o dinheiro necessário para continuarmos». Infelizmente, nunca voltam. Posso estar muito enganado (oxalá que sim), mas acho que podemos dizer adeus para sempre ao Rede Angola. O que nos resta fazer é apenas exprimir a nossa enorme gratidão ao cidadão brasileiro Sérgio Guerra, por ter reunido um conjunto de excelentes profissionais e ter posto de pé um tão belo como necessário projeto. Foi bom enquanto durou. Obrigado, Sérgio Guerra.

Mudando de assunto, quero chamar a sua atenção, caro Patissa, para um site que disponibliza um vasto acervo de livros sobre África e o Oriente, quase todos antigos, pertencentes à Fundação Portugal-África. O acervo já existe há alguns anos, mas tem crescido sempre, atingindo agora a bonita soma de 2500 livros, segundo notícia do portal brasileiro Por Dentro da África.

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

Olá, caro Fernando Ribeiro! Também eu estou cépticos quanto ao regresso do Rede Angola. Receio mesmo se o site se manterá no ar por muitos mais dias.

Junto-me à deferência ao cidadão brasileiro Sérgio Guerra igualmente pelos três anos de informação de qualidade.

Quanto ao acervo, estou muito agradecido. Vou já cuidar de estar "Por Dentro de África".
Estamos juntos