PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Em linhas tortas (45)

Padrinho, como vai a vossa saúde? Aqui, meu padrinho querido, a estabilidade está a ficar afectada. Por isso, escrevo, padrinho, escrevo mesmo, me desculpa só. Escrevo para avisar que o Ministério do Território está a destruir o nosso lar. Essas autarquias, até, não estou a lhes ver só assim bem, padrinho. Afinal é assim quando esperamos uma coisa só muito tempo? Está a ver, padrinho, o que estão a fazer comigo? As crianças estão a dizer que, estando eu, o pai, na condição de desempregado, então, fazendo fé na lei do gradualismo, teremos democracia, sim, mas só a mãe tem voto. Quer dizer, eu virei um simples agregado, sem poder de escolha, só porque a mulher é que paga as contas. Padrinho, assim ainda aqui em casa, daqui em diante, cabe à esposa, porque é ela que comparticipa, decidir sobre tudo relacionado ao nosso lar. Quer dizer, qualquer dia, a mulher, como já é quem tributa no lar, pode decidir que o dinheiro só chega para me comprar uma saia, e eu é só aceitar?! Por causa deste MAT, ó padrinho, é assim mesmo, já só por não ter fonte de receitas, eu, um marido destes com os direitos que o título confere, me fizeram minoria esmagada, fico passivo, excluído das coisas locais, devo subordinar?! Me explica ainda bem, ó padrinho, que eu nessas coisas do Direito vejo um pouco torto. Assim autarquias são mesmo de bem?
http://angodebates.blogspot.com/ | Gociante Patisa | Benguela, 09.05.2018

Sem comentários: