domingo, 8 de abril de 2018

Poema inédito | CAMBELELE

(À memória de Armindo Cambelele, Responsável do Sinprof na província
de Benguela, sindicalista falecido a 06.04.2018)

Mais do que a corda feita
cobra partida,
aleija esse nó na garganta das
meias-respostas
laudatórias

Só os teus dentes
para desatar as pontas desse
nó na garganta

que esfria a paixão das
causas
tão tuas
ao mesmo tempo tão alheias

Amanhã
ou depois particularmente
há-de alcançar o sol ao poente
porque sem enigmas que o impeçam
talvez só nunca tão intenso
sem o impetuoso rubro da acácia

E na semente desta
noite sem horizonte
culpável noite
e extemporânea
indagam os corvos
tu mesmo ou os outros?

Gociante Patissa, Benguela, 8 Abril 2018 | http://angodebates.blogspot.com/
Share:

0 Deixe o seu comentário:

Vídeo | Gociante Patissa, escritor na 2ª FLIPELÔ 2018, Bahia. Entrevista pelo poeta Salgado Maranhão

Vídeo | Sexto Sentido TV Zimbo com o escritor Gociante Patissa, 2015

Vídeo | Gociante Patissa fala Umbundu no final da entrevista à TV Zimbo programa Fair Play 2014

Vídeo | Entrevista no programa Hora Quente, TPA2, com o escritor Gociante Patissa

Vídeo | Lançamento do livro A ÚLTIMA OUVINTE,2010

Vídeo | Gociante Patissa entrevistado pela TPA sobre Consulado do Vazio, 2009

Publicações arquivadas