PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sábado, 15 de julho de 2017

Divagações | Uma assessoria grátis em época de campanha eleitoral

Cruzei com um líder de um partido político da oposição pelos degraus do corredor de uma repartição. Corriam as primeiras horas de uma manhã laboral. Mantive o olhar na direcção dos olhos dele, como recomenda a boa educação, esperando, em vão talvez, que me saudasse. Não tendo ele tomado a iniciativa, então saudei-lhe eu, com certa pena. Dirijo-me em reacção instintiva, em tom de resmungar, ao companheiro que me acompanhava: "Mas esse senhor não saúda?!" O companheiro, inócuo ao ocorrido, indaga se nos conhecíamos. Por acaso não. Nem faço a mínima ideia de como ele terá passado a noite ou o estado de saúde da conta bancária do homem. Mas seja como for, como figura pública que ele é, e numa fase de praticamente campanha eleitoral, a faltar um mês para ir às urnas, não seria melhor nem pelo menos fingir que tem consideração pelos potenciais votantes?! Rendido à minha lógica o companheiro complementa: "Isso é mesmo assim. Se calhar, se fosse o próprio dono do partido, iria cumprimentar". Moral da história: caros políticos, se der para aproveitar a sugestão que estas linhas encerram, aproveitem. A mobilização faz-se no dia-a-dia, em gestos simples como mostrar que estamos ao nível de nos identificar de maneira desinteressada com o cidadão comum, desconhecido. Guardemos ainda para depois da victória o mau feitio a  que temos direito, o diploma, ou eventuais preferências quanto a classes sociais. Desta vez não cobro pela assessoria, mas o problema é que sua excelência eu não dura para sempre. Ainda era só isso. Obrigado hahahahaha
Gociante Patissa, Catumbela, 15 Julho 2017

Sem comentários: