PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quarta-feira, 8 de março de 2017

Diário | Mas o que tem a ver o teu pai com o nosso amor?

“Amor!”
“Ainda não me chames amor, por favor!”
“Ouve, temos andado nisso mas… sinceramente, uma vez que nunca me falaste que não me gostas, custa imaginar o porquê que ainda não estamos juntos a quebrar esse gelo que nos divide… Qualquer dia ainda, a andropausa me encontra de pé à espera do sim…”
“Também não exageres, ó camarada…”
“Já te falei. Não é só assim! Te querer é te querer, mas há outros paradigmas…”
“Quais?”


“Homem, já esqueceste que o meu pedido de crédito para comprar um grande i10zinho apanha bolor?! Então andas na gerência do banco para quê, fato e gravata parece dormiste na mala?!”
“Mas esse assunto já não está arrumado?!”
“Como assim?!”
“Me arranja pelo menos 20 gajos com cartão do Mpla, a imprensa lhes apresenta como desertores a caminho do nosso partido, e assim damos um empurrão na coisa… Eu tenho que pensar no nosso futuro, estás a ver?, cargos e bem-estar. Sabes que nas eleições está tudo em aberto…”
“Assim já eu é que me viste com cara de interesseira, ne?! Não vás por aí, meu caro! Há quanto tempo é que o meu pai te falou com todas as letras que, para namorar a filha dele, tens de arranjar pelo menos 40 gajos da Unita que desertam publicamente?! Ainda isso, que é fácil, fácil, estás a bufar…”
“Mas uma coisa não tem nada a ver com a outra…”
“Como não tem?! Então, meu querido, vai na primeira esquina e arranja uma qualquer da via, cheia de vícios, de preferência doenças, e casa com ela. Você acha que educar uma mulher com princípios e valores de coerência, integridade, hã!, é à toa?!”
“Mas o que tem a ver o teu pai com o nosso amor?”
“Oh, minha vida! Então tu não estás a pedir o que pediste porque queres melhorar a vida?! Ai, o meu pai também, assim, lhe queres mesmo que chegue na idade da reforma com essa pobreza?! Também não merece?! Não tem direito?! Olha, vai só, ya?… Não me aquece a cabeça, hoje até é dia das mulheres, ouviste?!”
Gociante Patissa. Benguela, 8 Março 2017

Sem comentários: