PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Ponto de ordem | EXCELÊNCIAS, UMA ANGOLA ASSIM, NÃO!

A imagem da criança assassinada por elementos das Forças Armadas Angolanas em Luanda é um importante recado para a humanização das medidas, quaisquer que sejam elas, no exercício da autoridade. O governo, enquanto gestor do Estado, deve formar, supervisionar e punir os seus agentes quando surgem excessos. O que se sabe é que o menor Rufino (que anda na 3.a classe do ensino primário? 14 anos?) foi baleado deliberadamente quando tentava travar a demolição do habitáculo dos pais num dos bairros emergentes de Luanda, que atende pelo nome de Walale. Definitivamente não há argumento nenhum razoável para justificar uma tal tragédia, a começar mesmo pela colossal desproporcionalidade. Excelências, é cada mais audível o coro de denúncias de violência na relação entre as camadas socialmente menos posicionadas e as forças da ordem. Desta vez voltou-se a ir longe demais. Há que humanizar! Há que legar cidadania. Há que ter presente que o fim nobre das políticas é melhorar as condições de vida do povo. "À criança, tudo o que ela merece", e não fui eu quem sabiamente o idealizou. Porque uma Angola que regula à ponta do fuzil, excelências, não beneficia ninguém. Assim, não!
Gociante Patissa. Benguela, 9 Agosto 2016
www.angodebates.blogspot.com

Sem comentários: