PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Divulgando | Mercado brasileiro recebe «O Domador de Burros e Outros Contos», do moçambicano Aldino Muianga

Editada pela Kapulana, é a primeira edição brasileira de um livro de Aldino Muianga, autor moçambicano renomado com contos publicados em Portugal, Suíça e França, coletânea de contos vencedora do Prêmio Literário Da Vinci (Editorial Ndjira, Moçambique).

Nas sete narrativas em «O Domador de Burros e Outros Contos», percebe-se com clareza a intimidade de Muianga com a paisagem sobre a qual escreve, não apenas física, mas sócio-cultural. O conto que dá nome ao livro, por exemplo, apresenta descrição minuciosa do ambiente no qual os personagens estão inseridos, bem como seus costumes, ambições e valores.



O que mais a aflige é esta incontida vontade de atravessar estes horizontes que a manietam e asfixiam o desejo de conhecer mais e ser mais. As irmãs já lá andam, donas das suas vontades e condutoras dos seus destinos. E o exemplo delas que quer seguir, ir ao encontro da liberdade de escolher o seu futuro, de decidir ter o homem que amasse e com ele constituir o seu lar e a sua família. Desde há tempos que começou a abominar a vida neste desterro, onde nem opinião podia ter. As mulheres mais velhas, essas, não passavam de figuras obscuras, eternamente submissas aos caprichos do seu amo. Na mente, aos poucos, a ideia germina, cresce e ganha formas. Torna-se uma obstinação a ideia de partir (Pág. 93 e 94)

Por fim, é o conflito que confere unidade às sete narrativas do livro: O Domador de Burros, O Totem, O Filho de Raquelina, O Estivador, A Rosa de Kariacó, Djossi, o Crocodilo e o Conto de Natal.

Sobre o autor: Aldino Muianga nasceu em 1950, em Maputo, capital de Moçambique. Começou a escrever desde a adolescência, para o jornal do liceu onde estudava. A sua primeira publicação oficial foi o conto “A Vingança de Macandza” (1986), sob o pseudônimo Khambira Khambiray. Tem contos em antologias de Portugal, Brasil, Suíça, França e em revistas literárias de Moçambique. Foi coordenador da secção literária da revista SAPES (Zimbábue), colaborador da revista Charrua (Moçambique) e da revista ECO da Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique). É mebro da AEMO (Associação dos Escritores Moçambicanos) e fundador da AMEAM (associação de Médicos Escritores e Artistas de Moçambique). Atualmente reside na África do Sul onde é médico-cirurgião e docente na Faculdade de Medicina da Universidade de Pretória. Desde seu primeiro livro em 1987 (Xitala-Mati) até hoje, teve 15 livros publicados, destacando-se “A Noiva de Kebera”, “A Rosa de Xintimana”, e “O domador de burros e outros contos”, agora editado no Brasil pela Editora Kapulana.

Sem comentários: