PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Diário | Não precisam se lutar política, meus sobrinhos

"Tio Alfredo veio!!!"
"É mentira, não veio nada!"
"Claro que veio. Você teima à toa!"
"Ia vir como, se a coluna [comboio rodoviário] dos cubanos [militares] ainda este ano [1983] não passou para o Wambu?! Você acha que ele consegue escapar na emboscada? Só se ele é colaborador dos kwatcha [então exercito guerrilheiro de rebelião]..."
"Não precisam se lutar política, meus sobrinhos. O tio Alfredo, a pessoa que vos fala, não é se gabar, não é pessoa pequena, não!"
"Hum! O tio veio como? O tio não tem medo? Ainda os mortos estão a lhes desenterrar os porcos, porque a comuna está cheia de medo, cemitério está minado..."
"Meu rapaz, minha rapariga, isso é assim mesmo: as famílias não valorizam os tios que têem..."
"O tio também se gaba muito..."
"Eu fui da ODP [Organização da Defesa Popular, milícia], ouviu bem?"
"Ó tio, FAPLA [Forças Armadas Populares de Libertação de Angola] e a ODP, ODP é mais?"
"Vocês são mesmo crianças do mato, ya? Crianças da cidade, lá no Lobito, como não passa a vida a comer ratos com pirão de milho, essa hora assim não fica a perguntar à toa, vai no lixo apanhar brinquedos novos, novos em folha. Lixo da cidade não é isso vosso daqui, lá até cheira bem, hã?..."
"Jura?"
"Eu lá na província, onde passo levantam da cadeira, batem palmas..."
"Assim porquê, tio?"
"Eu jogo muito futebol. Número sete. Na minha camisola, em cima do número, escreveram lá 'mexe a bola com o pé!'"
"Mas, ó tio, então se é futebol, assim queria que escrevessem 'mexe a bola com o nariz?'"

GP, Benguela, 01.12. 2015

Sem comentários: