PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 21 de julho de 2015

Diário | Quando os extremos se tocam

A foto ilustra o exaltar dos ânimos entre os activistas negros (ou afro-americanos, como preferem ser chamados nossos irmãos "ex-africanos") e os sumpremacistas brancos, com duas manifestações autorizadas pelas autoridades no sábado passado. Em causa esteve a materialização da ordem judicial de retirada da "Bandeira das Confederações", que remonta aos séculos da escravatura, precisamente símbolo adoptado pelos estados pró-esclavagistas. A decisão foi precipitada por manifestações de milhares de negros (com o apoio de alguns brancos, naturalmente), em função de sucessivos casos de assassinatos de pessoas desarmadas por parte da polícia. Há observadores que não dissociam o aumento da violência racial com o facto de os EUA, um país com visível espectro de segregação, terem na presidência um "não-branco". No calor dos ânimos, para não dizer de ódios - estúpidos quanto a mim por terem como base a origem étnica/racial do ser humano, coisa que ninguém escolheu - o jovem negro atira-se às "feras". Gociante Patissa (Foto do New York Times)

Sem comentários: