PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Diário: UM TEATRO A VALER

Gostei de ver agora no Janela Aberta (TPA) os breves minutos de teatro com o grupo Oásis (ligado à Força Aérea Nacional). A peça era de intervenção e retratava distúrbios alimentares, numa prestação simplesmente bem conseguida. O personagem é um pedreiro que enfrentava indigestão, depois de ter ingerido gelado, funji, batata, tudo, em quantidades excessivas. É só apetite mesmo, sublinhava. Aí entra a mulher que lhe esfrega petróleo iluminante e passa com a vassoura sobre a barriga, suspeitando tratar-se de maus espíritos, até surgir uma terceira pessoa que aponta o caminho do hospital. Humor inteligente, mobilidade sóbria em palco, expressão muito próxima ao natural. Confesso que a minha impressão do teatro, de forma geral, não é a mais positiva, sendo muito previsível o retrato de violência e sobretudo recorrência temática. É por isso que a satisfação é muito grande quando vemos teatro com elevação estética. Parabéns, Oásis. Aliás, para um grupo que foi, entre outros, a base da radionovela Kamatondo, estranho era esperar algo inferior.

Sem comentários: