PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Isabel Ferreira lança em Benguela “O Leito do Silêncio”

A autora procedendo aos autógrafos
A mediateca de Benguela acolheu, na terça-feira (03/04), a cerimónia de lançamento do mais recente livro de poemas da autoria de Isabel Ferreira, intitulado “O Leito do Silêncio”, comercializado ao preço de 3 mil kwanzas. Cerca de meia centena de almas assistiram ao acto, co-organizado pela Rádio Benguela e Movimento Lev’Arte.

Ao tomar a palavra, o docente e historiador Tuca Manuel, que cuidou de apresentar a obra literária, sublinhou tratar-se de uma autora a retratar a sua vivência e a de sua gente, mas sem ser com uma voz de soberba, portanto longe de alguém que se coloca no papel de subalternizar os demais em função das suas habilidades.
Tuca Manuel (à direita)
“O Leito do Silêncio”, título da obra, foi interpretado pelo Director Provincial da Cultura, Mário Kajibanga, como sendo um pau de dois bicos. “Por um lado, podemos ver o conselho de não levarmos a público coisas que acontecem na intimidade do lar. Por outro, podíamos dizer que é a falta de partilha de coisas boas que pode levar a violências. Porquê calar, se podemos partilhar coisas boas?”, completou.

Entre as curiosidades, elogios e questões da plateia, Isabel Ferreira viu-se obrigada a justificar o preço do livro, considerado muito caro para o mercado livreiro benguelense. “Eu costumo dizer que sou uma zungueira dos meus livros, como chamo os escritores que cuidam da distribuição de suas obras, com toda a maçada que isso implica”, referiu, para adiante retomar o chavão segundo o qual “a arte nunca é cara”.

Ainda no que se refere às vendas, a autora aproveitou o ensejo para agradecer o governo provincial de Benguela, por ter adquirido já uma centena de exemplares. Na sua qualidade de anfitrião, o director da mediateca, Leonardo Pedro, tranquilizou aqueles que não conseguiram custear a obra, uma vez que a sua instituição vai adquirir exemplares para os colocar à disposição dos leitores que frequentam a biblioteca.

Director da Mediateca, Leonardo Pedro
Com 75 páginas, “O Leito do Silêncio” tem a chancela da embrionária Edições Kujiza Kuami, com sede na capital do país, onde o livro foi também lançado recentemente.


Isabel Ferreira nasceu em Luanda em 1958. Viria a partir para Portugal em 2002 em busca de formação. É membro da União dos Escritores Angolanos, da Ordem dos Advogados de Angola, da União dos Nacional dos Artistas e Compositoreshttp://www.izabellferreira.com/index_htm_files/0.gif, bem como da Sociedade Portuguesa de Autores. Publicou os livros Laços de Amor, Caminhos Ledos, Nirvana, À Margem das Palavras Nuas, Fernando D'Aqui, o Guardador de Memórias e O Coelho Conselheiro, Matreiro e Outros Contos Que Eu Te Conto.
Mário Kajibanga (esq.), Isabel Ferreira e Tuca Manuel






Gociante Patissa, Benguela, 3 Abril 2014

Sem comentários: