PONTOS DE VENDA

PONTOS DE VENDA
PONTOS DE VENDA: União dos Escritores Angolanos; Rede de Supermercados KERO; Tabacaria GRILO (edifício do Mercado de Benguela); Livraria SUCAM, Benguela; Livrarias LELLO, MENSAGEM e na SALA DE EMBARQUE do AEROPORTO INTERNACIONAL 4 DE FEVEREIRO, Luanda

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Redacção: A literatura e o gosto pela leitura

Nota: os participantes tiveram 20 minutos para escrever uma redação, que podia ser sobre o Lobito ou outro tema a seu critério, visando fazer um levantamento das habilidades antes da exposição ao conteúdo do workshop sobre “Breve Introdução ao Género Crónica”. Publico as redacções que me parecem representar a esperança na continuidade da prosa literária em Benguela, considerando que são jovens que se dedicam (apenas) à poesia. GP


A LITERATURA E O GOSTO PELA LEITURA

Eu penso que a literatura é algo muito importante, principalmente na camada juvenil.

Defendo que os jovens actualmente leêm pouco e quase não conhecem os escritores nacionais, visto que o mais conhecido por eles é o autor António Agostinho Neto, dentre poucos outros.

O gosto pela leitura deveria ser cultivado a partir da mais tenra idade, pois as crianças têm maior capacidade de aprendizado e uma criança que saiba ler e escrever bem é um orgulho para a sociedade.

Antigamente as mulheres eram vistas apenas como donas de casa e não poderiam frequentar a escola, só as mulheres de alta sociedade tinham este privilégio e as demais mulheres eram negadas deste bem precioso que é a escrita e a literatura.

É necessário que se implemente mais livros em escolas e professores capacitados, pois há carência de livros em algumas instituições.

Actualmente dá-se patrocínio a quem faz eventos de festas e para eventos literários há escassez de apoios.

Ler é crescer! Quem lê e escreve bem garante um futuro brilhante, pois o bom escritor é um bom leitor.

Em angola quando se fala de literatura fala-se também dos seguintes nomes: Agostinho Neto, Maria Eugénia Neto, Álvaro Alves, Paula Russa, Gociante Patissa, Alda Lara, Pepetela, Aires de Almeida Santos, Óscar Ribas, Uanhenga Xitu dentre outros por mim não citados.

Ler é viajar num mundo jamais visto. É voar sem sequer sair do chão. É conhecer lugares, culturas, povos, hábitos e costumes, gastronomias diferentes.

Por Laurinda Constância Kapiñgala, Lobito, 24 Agosto 2013

1 comentário:

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

É dela a seguinte frase: "Em geral, as mulheres são escritoras; temos sempre diários e outras anotações".